Informação

Gripe

Captura de ecrã 2016-01-18, às 19.52.38
(In Portal da Saúde)


O que é a gripe?

É uma doença aguda viral que afeta predominantemente as vias respiratórias.

Como se transmite a gripe?

O vírus é transmitido através de partículas de saliva de uma pessoa infetada, expelidas sobretudo através da tosse ou de espirros, mas também por contato direto, por exemplo, através das mãos.

Qual é o período de incubação?

O período de incubação (tempo que decorre entre o momento em que uma pessoa é infetada e o aparecimento dos primeiros sintomas) é, geralmente, de 2 dias, mas pode variar entre 1 e 5 dias.

Qual é o período em que uma pessoa infetada pode contagiar outras?

O período de contágio começa 1 a 2 dias antes do início dos sintomas e vai até 7 dias depois. Nas crianças pode ser maior.

Quais os sintomas/sinais da gripe?

No adulto, a gripe manifesta-se por início súbito de mal-estar, febre alta, dores musculares e articulares, dores de cabeça e tosse seca. Pode também ocorrer inflamação dos olhos.

Nas crianças, os sintomas dependem da idade. Nos bebés, a febre e prostração são as manifestações mais comuns. Os sintomas gastrintestinais (náuseas, vómitos, diarreias) e respiratórios (laringite, bronquiolite) são frequentes. A otite média pode ser uma complicação no grupo etário até aos 3 anos. Na criança maior os sintomas são semelhantes aos dos adultos.

A gripe e a constipação são a mesma doença?

Não. Os vírus que as causam são diferentes e, ao contrário da gripe, os sintomas/sinais da constipação são limitados às vias respiratórias superiores: nariz entupido, espirros, olhos húmidos, irritação da garganta e dor de cabeça. Raramente ocorre febre alta ou dores no corpo. Os sintomas e sinais da constipação surgem de forma gradual.

Como se diagnostica gripe?

O diagnóstico é essencialmente clínico, através da identificação dos sintomas e sinais.

Qual a gravidade da gripe?

A gripe é, habitualmente, uma doença de curta duração (até 3 ou 4 dias), com sintomas de intensidade ligeira ou moderada, evolução benigna e recuperação completa em 1 ou 2 semanas.

Nas pessoas idosas e nos doentes crónicos, a recuperação pode ser mais longa e o risco de complicações é também maior, nomeadamente, pneumonia e/ou descompensação da doença de base (asma, diabetes, doença cardíaca, pulmonar ou renal).

Como se evita a gripe?

A gripe pode ser evitada através da vacinação anual. Por sua vez, recomenda-se evitar o contacto com pessoas com a doença e lavar frequentemente as mãos para ajudar a diminuir a probabilidade de contágio.

Quem deve ser vacinado contra a gripe?

Devem ser vacinadas as pessoas que têm maior risco de sofrer complicações depois da gripe:

  • Pessoas com 65 ou mais anos de idade, principalmente se residirem em instituições.
  • As pessoas com mais de 6 meses de idade que sofram de:
    • Doenças crónicas dos pulmões, do coração, dos rins ou do fígado.
    • Diabetes em tratamento (comprimidos ou insulina).
    • Outras doenças que diminuam a resistência a infeções.
Quem não deve ser vacinado contra a gripe?

As pessoas com alergia grave ao ovo ou que tenham tido uma reação alérgica grave a uma dose anterior de vacina contra a gripe.

A vacina contra a gripe funciona?

Sim. A vacina reduz muito o risco de contrair a infeção e se a pessoa vacinada for infetada terá uma doença mais ligeira.

Quando deve ser feita a vacinação?

Como, em Portugal, o pico da atividade gripal tem ocorrido entre dezembro e Fevereiro, a vacinação deve ser feita preferencialmente em outubro/novembro, podendo, no entanto, decorrer durante todo o outono ou inverno.

Onde se compra a vacina?

A vacina compra-se nas farmácias e, com receita médica, é comparticipada.

Como se deve guardar a vacina?

Depois de comprada, a vacina deve ser administrada logo que possível. Até levar ao serviço de saúde para ser administrada, a vacina deve ser conservada dentro da embalagem, no frigorífico, entre 2º e 8º C (nas prateleiras do meio do frigorífico e não na porta).

Se estiver com gripe, o que fazer?

Cuide-se:

  • Fique em casa, em repouso.
  • Não se agasalhe demasiado.
  • Meça a temperatura ao longo do dia.
  • Se tiver febre pode tomar paracetamol (mesmo as crianças). Não dê ácido acetilsalicilico às crianças.
  • Se está grávida ou amamenta não tome medicamentos sem falar com o seu médico.
  • Utilize o soro fisiológico para a obstrução nasal.
  • Não tome antibióticos sem recomendação médica. Não atuam nas infeções virais, não melhoram os sintomas, nem aceleram a cura.
  • Beba muitos líquidos: água e sumos de fruta.
  • Se viver sozinho, especialmente se for idoso, deve pedir a alguém que lhe telefone regularmente para saber como está.

Evite transmitir a gripe:

  • Reduza, na medida do possível, o contacto com outras pessoas.
  • Lave frequentemente as mãos com água e sabão. Caso não seja possível utilize toalhetes.
  • Use lenços de papel de utilização única (deite nos sanitários ou no lixo comum).
  • Ao espirrar ou tossir, proteja a boca com um lenço de papel ou com o antebraço. Não utilize as mãos.